Lei de Direitos Humanos - Nossos Princípios

  1. Tolerância zero para trabalho infantil

 

A ROMAGA-SAIKAI tem tolerância zero em relação ao trabalho infantil e, como tal, exige que seus fornecedores cumpram as leis, regulamentos e normas locais referentes à idade mínima para o emprego. Nessa linha, aceitamos a contratação de jovens quando permitido pela lei local, assegurando o cumprimento da legislação aplicável e sempre visando o seu desenvolvimento como indivíduo e cidadão. Por outro lado, respeitamos os usos e costumes de comunidades tradicionais, nas quais é comum o envolvimento de crianças nas atividades laborais, desde que os maiores interesses dessas crianças sejam priorizados e preservados e que se permita que elas frequentem e permaneçam em educação de qualidade até que não sejam mais qualificadas como “crianças”.

 

   2. Tolerância zero para trabalho forçado, escravo ou compulsório

 

A ROMAGA-SAIKAI repudia o uso do trabalho forçado, escravo ou compulsório sob todas as suas formas. Todas as condições de remuneração do indivíduo devem ser consensadas e esclarecidas antes do início do trabalho e, eventuais horas extras, devem ser acordadas, remuneradas e/ou compensadas de forma responsável, atendendo à legislação aplicável. Todo trabalhador deve receber remuneração que atenda, no mínimo, aos padrões legais aplicáveis, seguindo a formalização exigida em cada localidade. Os documentos pessoais do trabalhador não serão retidos em nenhuma hipótese, assim como não se exigirá qualquer tipo de "depósito" monetário como forma de garantia de trabalho.

  

   3. Proporcionar condições de um ambiente de trabalho livre de assédio e abuso

 

Os trabalhadores devem ser tratados com dignidade, igualdade e respeito o tempo todo. Não toleramos condutas abusivas, inoportunas ou ofensivas nas dinâmicas de trabalho. Os trabalhadores não devem ser sujeitos ou ameaçados por qualquer forma de abuso ou disciplina física, qualquer forma de bullying ou assédio, incluindo, mas não se limitando a, assédio sexual, físico e verbal ou qualquer outra forma de intimidação.

 

   4. Valorizar a diversidade e inclusão

 

Valorizamos a diversidade e repudiamos toda e qualquer forma de preconceito e discriminação na contratação, remuneração, treinamento, promoção ou rescisão. Assumimos o compromisso de apurar e combater quaisquer situações de humilhação, intimidação, exposição ao ridículo, hostilidade e constrangimento em nosso ambiente de trabalho, sejam elas relacionadas à cor, raça, sexo, estado civil, língua, religião, físico, gênero, orientação sexual, condição de saúde, gravidez, idade, opinião política, afiliação política, associação ou sindicato, nacionalidade, origem social, aposentadoria, deficiência ou qualquer outra razão.

 

   5. Respeitar a liberdade de associação dos nossos colaboradores

 

Respeitamos o princípio de liberdade de associação sindical dos nossos colaboradores e garantimos que estes não sofram discriminação, assédio, intimidação ou retaliação por serem membros de qualquer sindicato ou organização, sempre em cumprimento às condições estabelecidas na legislação aplicável.

 

   6. Saúde e Segurança do Trabalho

 

Prezamos por um espaço de trabalho seguro e saudável, com respeito às políticas e normas de Saúde, Segurança e Meio Ambiente direcionadas para cada área e atividades. Adotamos medidas proativas para garantir tais condições e evitar acidentes e ferimentos que possam ocorrer no decorrer do trabalho. Tais medidas incluem, entre outras, treinamento regular e registrado em saúde, incêndio e segurança, gerenciamento de resíduos e produtos químicos, equipamentos de proteção individual adequado, inspeção regular das instalações para garantir que sejam estruturalmente sólidas e não representem incêndio ou outros riscos à segurança e acesso a banheiros limpos, água potável e instalações médicas.